O NIP realiza sua primeira investigação: um sítio mal-assombrado

Na noite de sexta-feira, dia 10 de setembro de 2016 a equipe do NIP – Núcleo de investigação Pscobiofísicas – (mais detalhes sobre o NIP clique aqui), realizou sua primeira investigação de campo, coordenada pelo IPPP. O grupo escolhido foi formado por 6 membros, que foram capacitados para a atividade através de um curso básico de parapsicologia (carga horária de 8h) enfatizando atividades de campo, ministrado pelos diretores do IPPP.

O local para realização das investigações foi um sítio localizado no bairro de Casa Amarela (Recife) – sua localização não será revelada, mediante solicitação do morador. A escolha do lugar se deveu ao contato que um dos membros do NIP tinha com morador. Inicialmente foi feito um levantamento das situações e acontecimentos supostamente paranormais, feita por entrevista. Os relatos recolhidos para que investigação viesse acontecer são variados, a família tem inúmeros relatos de ouvir e ver aparições em todo o sítio e dentro da casa, escravos, mulheres de branco, crianças correndo pela casa, pessoas falando pelo sítio, todos os fenômenos acontecem de forma recorrente.

A equipe iniciou sua investigação munidos de câmeras de infra vermelho, câmeras portáteis, microfones, leitores de campo eletromagnéticos, termômetros e lanternas. A investigação teve início com entrevistas mais detalhadas dos moradores as 20:00 horas e encerrou as 3:30 a manhã do dia 11 de setembro de 2016. O material de áudio, vídeo e entrevistas está sendo analisado pelo NIP/IPPP.

Abaixo, confira fotos da investigação:

Preparando os equipamentos a serem utilizados na pesquisa

Equipe NIP da investigação do sítio de Casa Amarela

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *