Pesquisas

Histórico

De 1978 a 1985, a equipe do IPPP realizou pesquisas públicas do fenômeno paranormal no Recife, em hospitais, com entrevistas de médicos e enfermeiras, assim como de estudantes da Faculdade de Direito e Faculdade de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Pernambuco; da Escola Politécnica, pertencente à Fundação do Ensino Superior de Pernambuco, hoje, Universidade de Pernambuco; da Faculdade de Ciências Humanas de Olinda; e da Faculdade de Direito da Universidade Católica de Pernambuco. Neste período, a equipe do IPPP utilizou equipamentos eletrônicos projetados e construídos por Ivo Cyro Caruso.

Em 1996, o IPPP publicou pesquisa de campo com alunos da Universidade Católica de Pernambuco e da Universidade Federal de Pernambuco sobre Experiência fora-do-corpo (EFC).

Em 1997, realizou pesquisas de campo sobre a crença na paranormalidade.

Em 2001, efetuou pesquisas de visão remota entre o IPPP, do Recife, e o Instituto de Parapsicologia, de Buenos Aires, sob a supervisão de Jalmir Brelaz de Castro e Naun Kreiman.

Casos espontâneos

O IPPP já realizou dezenas de pesquisas de casos aparentes de manifestações psi espontâneas, a quase totalidade delas de fenômenos de poltergeist. Nem todas, porém, eram de natureza paranormal. Algumas, mera invencionice ou possivelmente decorrentes de fraude.

Núcleo de Investigações Psicobiofísicas (NIP)

Fundado em 2016, o NIP congrega pesquisadores do IPPP, parapsicólogos e interessados em realizar pesquisas de campo em áreas supostamente assombradas. A equipe do NIP utiliza de diversos recursos tecnológicos para registrar atividades anômalas, como detectores de campos eletromagnéticos, gravadores, filmadoras, câmeras de vigilância, termômetros, etc.

Para se tornar um participante do NIP, basta demonstrar interesse por este tipo de pesquisa, entrar em contato com o IPPP e preferencialmente realizar uma capacitação para investigação de campo de fenômenos paranormais. O IPPP promove esses cursos periodicamente, ou mediante solicitação.

Experimentação

Atualmente, o IPPP vem realizando as seguintes experiências:

Visão remota com alvos múltiplos: Este teste foi realizado entre as cidades do Recife e de Buenos Aires, sob a coordenação de Jalmir Brelaz de Castro e Naun Kreiman. Vide o artigo Experimento de visão remota entre o Brasil e a Argentina utilizando vários sentidos.

Transcomunicação instrumental – TCI: Este teste vem sendo utilizado por Ronaldo Dantas Lins, Jalmir Brelaz de Castro e Valter da Rosa Borges. Alguns resultados obtidos são modestamente satisfatórios.

Baralho IPPP: Concebido por Ronaldo Dantas para substituir o baralho Zener.

Teste da cadeira ocupada – TCO: Concebido por Valter da Rosa Borges. Vide artigo Humanizando e simplificando a pesquisa em Parapsicologia.

Teste de sondagem telepática: Concebido por Valter da Rosa Borges. Vide o artigo Humanizando e simplificando a pesquisa em Parapsicologia.

Teste Cayce em vigÌlia: Concebido por Valter da Rosa Borges. Vide o artigo Humanizando e simplificando a pesquisa em Parapsicologia.

Teste Ossowiecki: Concebido por Valter da Rosa Borges. Vide o artigo Humanizando e simplificando a pesquisa em Parapsicologia.